sábado, 23 de outubro de 2010

Você é consumista?

Definição do Wikipédia: 
Consumismo é o ato de consumir produtos e/ou serviços, indiscriminadamente, sem noção de que podem ser nocivos ou prejudiciais para a nossa saúde ou para o ambiente. Há várias discussões a respeito do tema, entre elas o tipo de influência que as empresas, por meio da propaganda e da publicidade, bem como a cultura industrial, por meio da TV e do cinema, exercem nas pessoas. Muitos alegam que elas induzem ao consumo desnecessário, sendo este um fruto do capitalismo e um fenômeno da sociedade de agora.

A diferença entre o consumo e o consumismo é que no consumo as pessoas adquirem somente aquilo que lhes é necessário para sobrevivência. Já no consumismo a pessoa gasta tudo aquilo que tem, (e muitas vezes o que não tem) em produtos supérfluos, que muitas vezes não é o melhor para ela, e nem precisa, porém é o que ela tem curiosidade de experimentar devido às propagandas na TV e ao apelo dos produtos de marca.No entanto, a definição de necessidade supérfluas é algo relativo, já que um produto considerado supérfluo para alguém pode ser essencial para outra, de acordo com as camadas sociais a que a população pertence. Muitas vezes as pessoas compram coisas para se sentirem melhores e importantes!


Isso pode gerar violência, pois as pessoas que cometem crimes na maioria das vezes não roubam ou furtam nada por necessidade, e sim por vontade de ter aquele produto, e de não ter condições de adquiri-lo. Nesses casos, a necessidade de consumo se torna uma doença, uma compulsão, que deve ser tratada para evitar maiores danos à pessoa. Muitas vezes o consumismo chega a ser uma patologia comportamental. Pessoas compram compulsivamente coisas que elas não irão usar ou que não têm utilidade para elas apenas para atender à vontade de comprar.E ainda tem o lado, que é muito pior, que seria o lado sentimental! A pessoa compra pra preencher algum vazio, vontade ou frustração que sente, aí já é caso de psicologia ou até psiquiatria já que em altos graus, pessoas desenvolvem até reações físicas diante do fato de não poder comprar ou ter algo que  desejam.Sentem dores, insonia e tristeza! É um assunto muito sério que vem crescendo nos dias de hoje e causando muitos problemas na vida das pessoas! 

Além de conseqüências ruins ao consumista que são processos de alienação, exploração no trabalho, a multiplicação de supérfluos (que contribuem para o processo de degradação das relações sociais e entre sociedades) e a oneomania (que é um distúrbio caracterizado pela compulsão de gastar dinheiro que é mais comum nas mulheres tomando uma proporção de quatro por um), o meio ambiente também sofre com este “mal do século”, pois o aumento desenfreado do consumo incentiva o desperdício e a grande quantidade de lixo. 
Segundo psicossociólogos, os consumidores tem o seguinte comportamento na hora de comprar um produto:
  • Racional: O consumidor sabe o que quer comprar e compara preços. As vezes influencia-se pela promoção e pela publicidade, mas o resultado pode ser o oposto caso se sentir enganado.
  • Impulsivo: O ato de comprar serve para canalizar o estresse, reforçado pelo próprio shopping-center ou supermercado, produzindo uma sensação de prazer imediato.
  • Compulsivo: Para esse tipo de comprador, a necessidade de comprar é comparável à de um viciado em drogas. Para os psiquiatras, trata-se de um sintoma de uma desordem emocional. O consumo se dá como uma forma de compensar um vazio, de sentir-se acompanhado, ainda que seja por um objeto.
Há também todo um processo de estimulo dos sentidos das pessoas que se dá no processo de compra. Para algumas pessoas o estímulo é visual, quando estas vêem algo e querem possuí-lo, já outras têm o estimulo olfativo, e por fim o auditivo.

E você se encaixa em alguma dessas descrições? pense bem, analise seus hábitos em todas as áreas, de vestuário, de comida, de bens pessoais! Se pergunte: "o que eu preciso pra viver?" de verdade! eu comecei a fazer isso na minha vida, comecei a dar coisas que eu tinha que não usava.
Os catadores de lixo que passam aqui na minha rua, fazem a festa! sempre tem algo que eu coloco lá pra eles pegarem. 
Coloco numa sacola limpinha, direitinho pra eles levarem, roupa, sapato, brinquedos tudo o que vejo que é demais e isso é muito importante até para as crianças que estão se tornando pequenos consumistas e com muito potencial futuro!
Me sinto muito bem fazendo isso sabe? alem de tirar um peso das minhas costas e não me sentir mais consumista e egoísta, ainda ajudei muita gente! E quem vive comigo também ta fazendo assim!

Meu filho tem que aprender que ele tem uma vida abençoada! e que tem pessoas que não podem ter o que ele tem, que ele tem muito e que ele deveria ser muito grato por isso!

Precisamos pensar nisso! 
Não estou aqui querendo bancar a santa e nem dizer que não tenho meus momentos consumistas, tenho sim, mas a diferença é que eu agora tenho mais consciência disso na minha vida, tenho mais responsabilidade com meu dinheiro!
Precisamos pensar globalmente, precisamos pensar no dia seguinte, precisamos pensar na natureza, na miséria, nas pessoas e em nós mesmos. 
O que é importante pra você? Você tem uma vida muito diferente da maioria das pessoas que conhece? Você joga muita comida fora? Você desperdiça agua? Você tem dificuldade de doar? Você pensa muito em ter coisas? 
Quantas vezes você comprou algo por impulso e chegou em casa abriu, olhou e pensou: "nem era tão legal assim, nem vai ficar bonito em mim, nem vai me fazer feliz ou porque eu comprei isso mesmo?" Pra mim é o pior sentimento de culpa que podemos ter!

Nossa eu já fiz isso algumas vezes e me senti péssima! mas hoje eu penso muito antes de comprar qualquer coisa e isso me faz muito bem! eu preciso? posso pagar? vai ser bom pra mim ter isso? como serve pras outras pessoas ao meu redor? o que eu compraria com a mesma quantia? seria mais útil? Eu me faço todas essas perguntas e não deixo mais esse sentimento compulsivo tomar conta de mim, as vezes quero fraquejar mas... me seguro saio de perto, saio correndo se for preciso!
As vezes fico triste, me sinto inferior as vezes não entendo porque tanta gente tem e eu não posso?  
Todas essas coisas passam pela nossa cabeça né?

Mas precisamos pensar nas consequencias do nosso consumismo.
Parece até hipocrisia minha falar disso num site de beleza e moda! Mas da pra viver todas as vertentes desse mundo sem precisar ser consumista! Tudo depende do seu bom senso, e da sua capacidade de distinguir o bem e o mal, é difícil porque o apelo da midia é implacável! 
Meu filho de oito anos vem inúmeras vezes falar pra mim "mãe compra isso pra mim? compra aquilo? enquanto vê desenho na TV! os intervalos comerciais só tem propaganda de brinquedo e de coisas que eles gostam nessa idade! é um massacre!!!

Pense que a motivação da compra é muito importante! E não é porque você tem dinheiro sobrando que você precisa gastar! Se você tem mais do que precisa pra viver, é porque tem uma vida abençoada não é?Tem gente que não tem nem condições de sobrevivencia e você tem sobrando! Não podemos viver no mundo pensando que só nós existimos e que só nós somos importantes! Abençoe alguém com a sua vida também! 

Preciso frisar aqui, que o meu protesto é pelos excessos entende? Quando você compra alem do que deve e do que precisa! Quando você chega no meio do mês sem nenhum "tostão" e sem condições de chegar ao final dele! É complicado não é? 
Pense que tudo o que te escraviza, te faz mal!

Espero que vocês possam ser ou vir a ser assim também, porque eu garanto que é o melhor sentimento de todos!  Pensem nisso meninas, e me digam o que acham ok? Um xerooo!

12 comentários:

  1. Oi...

    Eu consumo bastante, mas não sou consumista!!!
    Não sabia dessas diferença...muito legal!
    Pelas descrições acho que sou uma consumidora racional, pois gosto de comparar preços e amo comprar itens em promoção.

    ♥...Bjinhuuss...♥

    ResponderExcluir
  2. Oi Andrea!
    Aloka seguindo!
    Vou participar do sorteio!
    Bjos
    Karina L
    toulletoulle.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Karina e Rosangela! brigada bonecas! bom ter vcs aki! fiquem de olho! bjuuu!

    ResponderExcluir
  4. Flor, ótimo post!

    Eu não me considero consumista não...
    Tipo adoro comprar, mas tenho controle.. Por exemplo não tenho nada repetido...
    Se compro algo que eu já tenha, mas de outra marca para testar... coloco o outro em desapego...
    Enfim... Claro que amo lojas... mas sou bem consciente!

    beijocas

    ResponderExcluir
  5. inarinhaaaa! brigada lindona! Ser consumista é bem diferente de ser consumidora! e acho que nós duas somos boas consumidoras! as vezes a gente se joga mas é só uma vezinha né? \o/! huahua bju brigada por vc estar aki!

    ResponderExcluir
  6. Amiga :)

    Olha ai meu Blog:

    http://omundodesteca.blogspot.com/

    hueheuhe..

    agora é só postar

    beiju

    ResponderExcluir
  7. Adorei o seu blog,muito criativo
    venha conhecer o meu blog tenhos peças diferenciadas com formas geométricas
    Rogerio Rinaldi Designer de acessórios
    http://sbrincos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Brigada Rogério fico muito satisfeita! seja bem vindo! olhei o seu tbm! muito lindas suas peças! parabens! é vc quem faz? um bju!

    ResponderExcluir
  9. Eu sou consumista mas com limites claro, pq se ñ acaba virando doença hehehehe.
    bjinhus

    ResponderExcluir
  10. Parabéns pelo post!!

    http://mundojunypink.blogspot.com/


    Beijos Aloka

    ResponderExcluir
  11. Por incrível q pareça
    ñ sou consumista!
    Só faço coleções de coisas q eu gosto,kkkk
    Brinkadeeira'
    Sei mee controlar e procuro comprar o necessário e o relevante...
    Bjoos Frôor!

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário, elogio e sugestão! Farei o possível pra atender a todos! Obrigada!